Publicado em: 13/11/2020

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO



SINTROPAR – SINDICATO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE CARGAS E LOGÍSTICA DO OESTE DO PARANÁ, entidade que congrega as empresas de transporte rodoviário de cargas no Oeste do Estado do Paraná vem de público REPUDIAR VEEMENTEMENTE os fatos ocorridos nesta quinta-feira, 12/11/2020, na BR-277, no município de Nova Laranjeiras, local onde ocorreu um gravíssimo acidente que infelizmente resultou no óbito do motorista de uma Van e graves ferimentos ao motorista de um caminhão, que foi removido para hospital.

            Vídeos gravados por motoristas que transitavam naquele trecho no momento do acidente mostram que várias pessoas, a maioria indígenas, saquearam a carga e, para tanto, pisotearam o corpo do motorista da Van, já em óbito, no afã de saquear toda a carga, como confirma a Polícia Rodoviária Federal.

            Não é este um fato isolado. Outros acidentes que ocorreram neste mesmo trecho tiveram o mesmo desfecho. Lamentavelmente, nenhum resultado até hoje se teve em relação à represália ou medidas judicias e policiais para coibir estes fatos ou recuperar o produto dos saques.

            As pessoas que cometeram este ato barbaresco, inclusive os indígenas, que não são inimputáveis nestes casos, devem ser identificadas e severamente punidas. Algumas já estão presas e deverão ser submetida ao rigor extremo da Lei.

            O SINTROPAR requer às autoridades competentes que mantenham-se firmes na apuração desse gravíssimo fato e vigilantes para que atos como este não se repitam. Outros tantos já ocorreram, mas salvaguardar possíveis e prováveis eventos futuros é imperioso. A vida do ser humano deve ser respeitada, assim como o corpo quando em óbito.

            Ninguém pode ser considerado inimputável em episódios dessa natureza! Nem mesmo indígenas. Basta de tais ocorrências!

            Este é o nosso firme posicionamento.

 

Cascavel/PR, 13 de novembro de 2020.

 

 

SINTROPAR-SINDICATO DAS  EMPRESAS DE TRANSPORTES

DE  CARGAS E LOGÍSTICA DO OESTE PARANÁ


DIRETORIA

                                                                                                             

MANIFESTAÇÃO SINTROPAR